Buscar

Obesidade em cães e gatos

Atualizado: 20 de out.

A obesidade em cães e gatos é uma doença importante e ainda pouco reconhecida.


Definição


A obesidade é uma doença nutricional definida pelo excesso de gordura corporal e é um problema comum em pets no Brasil.


Apesar de grave, muitas vezes a obesidade canina e felina não é levada a sério como uma doença que deveria ser tratada.


Essa doença pode resultar em sérios efeitos adversos à saúde que podem encurtar a expectativa de vida do cão, mesmo em casos de apenas sobrepeso.

A obesidade predispõe outras doenças como diabetes, doenças cardíacas e artrite.


Manter um pet em escore corporal adequado, pode amenizar uma série de doenças ortopédicas, especialmente para cães com displasia coxofemoral, luxação de patela e ruptura do ligamento cruzado cranial.


Etiologia (causa)


A causa da obesidade na maioria dois casos está relacionada diretamente com o desequilíbrio entre a ingestão e o uso de energia.


A obesidade também se torna mais comum conforme o cão envelhece, uma vez que diminui sua capacidade de exercício, devido à artrite ou outras doenças.


Outras causas de obesidade incluem: hipotireoidismo, insulinoma, hiperadrenocorticismo (Síndrome de Cushing) e a castração.


Predisposição


A obesidade pode ocorrer em cães de qualquer raça, idade (embora observada mais em animais entre 5-10 anos) ou sexo.


Cães que recebem um excesso de calorias, assim como como aqueles que não realizam exercícios têm tendência a reter peso, apresentando maior o risco de obesidade.


Sinais clínicos (sintomas)


Nessa doença, ocorre ganho de peso, excesso de gordura corporal, incapacidade de praticar exercícios e elevado escore corporal.


Sinais de letargia, dificuldade em se limpar (especialmente para os gatos), cansaço fácil e dificuldade para respirar podem estar presentes.


Cães e gatos obesos apresentam pouca ou nenhuma cintura visível, além de costelas pouco palpáveis.


Diagnóstico


A obesidade é diagnosticada pela medição do peso corporal do cão e pela obtenção de um escore de condição corporal, que envolve a avaliação da quantidade de gordura no corpo.


No exame de palpação, é possível examinar o cão e sentindo suas costelas, região lombar, cauda e cabeça.


Fonte: https://www.thevet.co.uk/pet-advice/body-condition-scoring/

Tratamento


O tratamento para a obesidade é focado na perda de peso gradual e a longo prazo.


Para tratar a obesidade em cães e gatos, é necessário reduzir a ingestão calórica do seu pet e aumentar os níveis de atividade física.

Consulte um médico veterinário para te auxiliar nesse processo.


Referências bibliográficas


Byers, Christopher & Wilson, Cindy & Stephens, Mark & Goodie, Jeffrey & Netting, Florence & Olsen, C.. (2011). Obesity in dogs: Part 1: Exploring the causes and consequences of canine obesity. Veterinary Medicine. 106. 184-192.


German, Alexander & Holden, Shelley & Gernon, Lucy & Morris, Penelope & Biourge, Vincent. (2011). Do feeding practices of obese dogs, before weight loss, affect the success of weight management?. The British journal of nutrition. 106 Suppl 1. S97-100. 10.1017/S0007114511000596.


Sobre o autor

Felipe Garofallo é médico-veterinário (CRMV/SP 39.972), especializado em ortopedia e neurocirurgia de cães e gatos e proprietário da empresa Ortho for Pets: Ortopedia Veterinária e Especialidades. Agende uma consulta pelo whatsapp (11)91258-5102.


69 visualizações

Posts recentes

Ver tudo