top of page
Buscar

Benefícios da gabapentina em cães com problemas ortopédicos

Atualizado: 4 de fev.

A gabapentina é um medicamento usado na veterinária para tratar diversos tipos de dor crônica e neuropática em cães. Esse medicamento age aumentando a produção de um neurotransmissor chamado GABA (ácido gama-aminobutírico) no cérebro, que ajuda a diminuir a dor e a inflamação.


A gabapentina é um medicamento que pertence à classe dos anticonvulsivantes, mas também é utilizada para tratar a dor crônica e neuropática em cães. Essa medicação pode ser prescrita para animais que sofrem de artrite, displasia coxofemoral, câncer, lesões na coluna vertebral, entre outras condições dolorosas.


Além dos usos mencionados anteriormente, a gabapentina também pode ser usada em cães que sofrem de ansiedade e estresse crônicos. A medicação pode ajudar a acalmar o animal e reduzir os comportamentos associados à ansiedade, como latidos excessivos, roer objetos e agressividade.


Antes de continuarmos, convido você a conhecer meu e-book "A Jornada da Recuperação: Dicas para Tutores de Cães e Gatos do Pré ao Pós-operatório", um guia completo para ajudar você no momento difícil de passar pelo pré e pós-operatório da cirurgia do seu pet. Clique na imagem abaixo para saber mais ou adquirir o produto.



Retornando ao tópico, é importante notar que a gabapentina não deve ser usada como tratamento exclusivo para a ansiedade em cães, e sim como parte de um plano de tratamento mais abrangente que inclui mudanças comportamentais, terapia e/ou outros medicamentos.


A dosagem e a duração do tratamento com gabapentina variam dependendo da condição que está sendo tratada e do peso do animal.


É importante que o medicamento seja prescrito por um veterinário e que o tutor do animal siga as instruções de dosagem e administração cuidadosamente.

Embora a gabapentina seja geralmente segura para uso em cães, ela pode causar efeitos colaterais em alguns animais, incluindo sedação, ataxia (falta de coordenação motora) e aumento do apetite.


Em casos raros, também podem ocorrer reações alérgicas, como urticária e inchaço facial. É importante que os tutores de animais relatem qualquer efeito colateral ao veterinário imediatamente, para que ele possa avaliar se é necessário ajustar a dosagem ou interromper o tratamento.


Por isso, é importante monitorar o animal de perto durante o tratamento com gabapentina e informar o veterinário sobre quaisquer efeitos colaterais que possam ocorrer.


Outra consideração importante ao prescrever gabapentina para cães é que o medicamento pode interagir com outros medicamentos que o animal esteja tomando.


Portanto, é importante informar o veterinário sobre todos os medicamentos e suplementos que o cão está tomando antes de iniciar o tratamento com gabapentina. Além disso, é importante ressaltar que a gabapentina é uma medicação controlada em muitos países, incluindo o Brasil. Isso significa que só pode ser prescrita por um médico veterinário registrado, e que o tutor do animal deve seguir as leis e regulamentações locais em relação à compra, armazenamento e administração da medicação.


Referências bibliográficas


Mitton, Lavinia & Sanchis, Sandra & Pelligand, Ludovic & Volk, Holger & Brodbelt, Dave & O'Neill, Dan. (2019). Clinical usage of gabapentin in dogs under primary veterinary care in the UK. 10.22233/9781910443699.74.2.


Sobre o autor

Felipe Garofallo é médico-veterinário (CRMV/SP 39.972), especializado em ortopedia e neurocirurgia de cães e gatos e proprietário da empresa Ortho for Pets: Ortopedia Veterinária e Especialidades. Agende uma consulta pelo whatsapp (11)91258-5102.

29.341 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page