top of page
Buscar

Síndrome vestibular em cães

Atualizado: 23 de jan.

A síndrome vestibular em cães é uma condição neurológica que afeta o equilíbrio e a coordenação, sendo causada por uma disfunção no sistema vestibular, que é responsável por controlar o equilíbrio e a orientação espacial.


Os sinais clínicos da síndrome vestibular em cães incluem nistagmo (movimentos rápidos e involuntários dos olhos), perda de equilíbrio, inclinação da cabeça, andar em círculos e dificuldade para se levantar ou caminhar. Os cães podem parecer tontos, desorientados e ter dificuldade para se alimentar e beber água.


As causas da síndrome vestibular em cães podem incluir infecções do ouvido interno, tumores cerebrais, lesões na cabeça, doenças metabólicas, como hipotireoidismo, e uso de certos medicamentos. A idade avançada também pode ser um fator de risco para a síndrome vestibular em cães.


O diagnóstico da síndrome vestibular em cães é baseado nos sinais clínicos e em exames neurológicos. Testes adicionais, como exames de sangue e urina, radiografias e ressonância magnética, podem ser necessários para identificar a causa subjacente da síndrome vestibular.


O tratamento da síndrome vestibular em cães depende da causa subjacente. Se a causa for uma infecção do ouvido interno, pode ser necessário administrar antibióticos. Se a causa for um tumor cerebral, pode ser necessária cirurgia ou radioterapia.


O tratamento de suporte, como terapia de fluidos e alimentação assistida, pode ser necessário para ajudar os cães a se recuperar dos sinais clínicos da síndrome vestibular.


A reabilitação vestibular, que inclui exercícios específicos para melhorar o equilíbrio e a coordenação, pode ser recomendada para ajudar os cães a recuperar a função vestibular. A fisioterapia, a acupuntura e outras terapias complementares também podem ser benéficas para ajudar os cães a se recuperar.


Em resumo, a síndrome vestibular em cães é uma condição neurológica que pode afetar significativamente a qualidade de vida do animal.


O diagnóstico precoce e o tratamento adequado são fundamentais para minimizar os sintomas e promover a recuperação. Se você notar sinais de síndrome vestibular em seu cão, consulte um veterinário imediatamente para um diagnóstico e tratamento adequados.


A Ortho for Pets, clínica especializada em ortopedia e neurocirurgia veterinária em São Paulo, possui uma equipe de médicos-veterinários que realiza consultas para pacientes com síndrome vestibular. Entre em contato conosco e agende uma avaliação.


Referências bibliográficas


Gaskin, J. M. (2015). Vestibular syndrome in dogs. The Canadian veterinary journal= La revue veterinaire canadienne, 56(2), 135–136.


Sisson, D. D. (2013). Vestibular syndrome in dogs and cats. The Veterinary Clinics of North America. Small Animal Practice, 43(5), 1013–1030.


Strain, G. M. (2014). Vestibular disease in small animals. The Veterinary Clinics of North America. Small Animal Practice, 44(2), 307–322.


Sobre o autor

Felipe Garofallo é médico-veterinário (CRMV/SP 39.972), especializado em ortopedia e neurocirurgia de cães e gatos e proprietário da empresa Ortho for Pets: Ortopedia Veterinária e Especialidades. Agende uma consulta pelo whatsapp (11)91258-5102.

5.978 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page