top of page
Buscar

Jejum em cães e gatos antes da cirurgia

Atualizado: 4 de fev.

O jejum antes de uma cirurgia é uma prática essencial para garantir a segurança e o bem-estar de cães e gatos durante procedimentos cirúrgicos. Este artigo oferece informações importantes sobre como realizar o jejum de maneira adequada, minimizando riscos e promovendo uma recuperação mais tranquila para os animais de estimação.



O jejum pré-operatório é crucial para prevenir complicações durante a cirurgia, como a aspiração de conteúdo gástrico para os pulmões. Quando o estômago está vazio, há menos probabilidade de regurgitação durante a indução da anestesia, reduzindo significativamente o risco de complicações respiratórias.


Antes de continuarmos, convido você a conhecer meu e-book "A Jornada da Recuperação: Dicas para Tutores de Cães e Gatos do Pré ao Pós-operatório", um guia completo para ajudar você no momento difícil de passar pelo pré e pós-operatório da cirurgia do seu pet. Clique na imagem abaixo para saber mais ou adquirir o produto.



Retornando ao tópico, para água é geralmente seguro permitir que os animais bebam água até 2 a 4 horas antes da cirurgia. A hidratação adequada é vital para o sucesso da anestesia. Enquanto para alimentos sólidos recomenda-se um jejum mínimo de 8 a 12 horas , dependendo das orientações específicas do veterinário. Para animais jovens ou debilitados, esse período pode ser encurtado.


Animais com condições médicas específicas, como diabetes, podem necessitar de cuidados especiais durante o jejum. Consulte o veterinário para orientações específicas para o seu animal de estimação.


É crucial discutir o jejum pré-operatório com o veterinário responsável pela cirurgia. Ele fornecerá instruções específicas com base na saúde e nas necessidades individuais do seu animal de estimação.


Após a cirurgia, é importante reintroduzir a alimentação gradualmente, seguindo as orientações do veterinário. Geralmente, a reintrodução é feita com alimentos leves e de fácil digestão.


Durante o jejum e após a cirurgia, observe atentamente o comportamento e a saúde do seu animal de estimação. Qualquer preocupação deve ser imediatamente comunicada ao veterinário.


Lembre-se sempre de que o jejum pré-operatório é uma medida de precaução essencial para garantir a segurança durante a cirurgia. Siga as orientações do veterinário para garantir que seu animal de estimação tenha uma experiência cirúrgica segura e uma recuperação suave.


Referências bibliográficas


Søreide, Eldar & Ljungqvist, Olle. (2006). Preoperative fasting. Canadian journal of surgery. Journal canadien de chirurgie. 49. 218-9; author reply 219.


Sobre o autor



Felipe Garofallo é médico-veterinário (CRMV/SP 39.972), especializado em ortopedia e neurocirurgia de cães e gatos e proprietário da empresa Ortho for Pets: Ortopedia Veterinária e Especialidades. Agende uma consulta pelo whatsapp (11)91258-5102.

49 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page