Buscar

Hiperextensão do carpo em cães

Atualizado: 1 de dez. de 2021

Hiperextensão do punho em cães


O que é a hiperextensão do carpo?


A hiperextensão do carpo é uma anormalidade do carpo (punho) que causa a hiperextensão da articulação.


Lesões de hiperextensão do carpo são mais comumente vistas em cães grandes e que realizam atividade física intensa.


No entanto, raças pequenas também podem ser afetadas. Os sinais de alerta desta condição incluem claudicação, inchaço do carpo e afundamento da pata no solo durante o exercício causado por movimento excessivo de hiperextensão do carpo.


Tipos de lesões


A primeira forma afeta cães e envolve uma anormalidade no desenvolvimento dos ligamentos que sustentam a articulação do carpo. Os filhotes afetados caminham com extensão excessiva. Ambos os punhos tendem a ser afetados em filhotes com essa condição e, em alguns casos extremos, as articulações tíbio-társicas dos membros posteriores também podem ser afetadas.


A segunda forma de lesão do carpo é o resultado de um trauma. Existem vários graus de lesão por entorse que afetam o carpo. A quantidade de claudicação e inchaço depende da gravidade do trauma. Alguns cães terão uma anormalidade postural evidente com desvio inadequado da articulação afetada.


A terceira forma de lesão do carpo é a hiperextensão degenerativa dos punhos. Este problema afeta cães mais velhos e é especialmente comum em raças Collie. Há uma tendência de um ou ambos os carpos apresentarem os sinais clínicos.


Diagnóstico


A ressonância magnética pode fornecer informações mais úteis nesses casos.


Após o exame clínico e o diagnóstico por imagem, o veterinário ortopedista poderá aconselhar sobre o tratamento mais adequado para seu cão, seja ele conservador ou cirúrgico.


Tratamento


O tratamento mais adequado para a hiperextensão do carpo depende da causa subjacente. O manejo conservador, incluindo talas ou bandagens de suporte e fisioterapia, pode ser uma opção para alguns animais com hiperextensão de desenvolvimento ou animais com lesões por entorse de baixo grau.


Recentemente, foram desenvolvidos suportes carpais personalizados que podem permitir o uso diário e podem ser facilmente colocados e retirados sem causar úlceras de pressão devido à aplicação prolongada.


Se a lesão de hiperextensão do seu cão for resultado de uma fratura, a cirurgia será necessária para estabilizar a fratura e, por sua vez, fornecer suporte articular geral. Dependendo da extensão das lesões do seu cão, o carpo também pode exigir fusão completa ou parcial.


Lesões graves por entorse de alto grau e a maioria das formas de hiperextensão degenerativa são geralmente tratadas por fusão da articulação do carpo. Esse procedimento é denominado artrodese pancarpal ou artrodese de punho.


Referências bibliográficas


Feichtenschlager, Christian & Gerwing, Martin & Peppler, Christine & Kramer, Martin & Ondreka, Nele. Correction of combined bilateral angular limb deformity and carpal hyperextension in a dog using locking compression plates (2018).


Sobre o autor

Felipe Garofallo é médico veterinário (CRMV/SP 39.972) e atua na área de ortopedia e cirurgia de cães e gatos em São Paulo e cidades da região. Realiza consultas em domicílio para tutores e serviço terceirizado para clínicas e hospitais veterinários. Você pode agendar uma consulta pelo whatsapp (11)91152-4321.

779 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo