top of page

Higroma de decúbito em cães

Atualizado: 23 de jan.

Calo de apoio em cães.

Definição


Os higromas geralmente são formados na região do cotovelo dos cães. A região permanece inchada, com fluido circundado por uma cápsula de tecido fibroso.


Os higromas também podem ocorrer no quadril dos cães.


Veja abaixo nosso vídeo explicando sobre o higroma de decúbito em cães:


Predisposição racial


Esse inchaço pode acontecer em cães de qualquer raça e sexo, entretanto, é comum de aparecer em cães de pêlo curto, jovem e de raça grande.


Etiologia (causa)


Os higromas ocorrem quando os cães repousam em superfícies dura e áspera. Com a pressão e o peso do corpo, os cães causam danos aos tecidos e ossos do cotovelo.


Sinais clínicos (sintomas)


É comum que os higromas apresentem difícil cicatrização devido aos danos repetidos causados nos tecidos.


Nos higromas, ocorre um inchaço (geralmente uma bolsa de fluido), pois o corpo tenta criar uma barreira de proteção na região do cotovelo.


dois tipos de higromas em cães:


Higroma sem complicação: Nesse tipo, o cão não sente dor e há apenas alterações na aparência. O tratamento nesse caso poderá ser feito apenas ao trocar a cama do paciente, órteses ou roupas protetoras também podem ser utilizadas.


Higroma com complicação:


Em caso de infecção ou caso esteja ulcerado (com ferida), o higroma é classificado como do tipo com complicação.


Tratamento


É contraindicado retirar o fluido do higroma, uma vez que sempre que há perfuração, uma

uma infecção pode ser introduzida, criando potencialmente um higroma complicado.


A utilização de camas macias é essencial para o sucesso do tratamento de higromas sem complicação.


Em caso de higromas complicados, o tratamento pode ser tentado com drenos, curativos e bandagens.


A cirurgia em um higroma deve ser evitada, por ser uma região de difícil cicatrização.


Referências bibliográficas


Angelou, Vasileia & Papazoglou, Lysimachos & Tsioli, Vassiliki & Psalla, Dimitra & Anagnostou, Tilemahos & Chatzimisios, Kiros & Pavlidis, Leonidas. (2019). ELBOW HYGROMA IN THE DOG. PENROSE DRAINAGE VS SURCICAL EXCISION: A RETROSPECTIVE STUDY OF 19 CASES.


Kousi, T. & Angellou, V. & Psalla, Dimitra & Papazoglou, Lysimachos. (2017). Elbow hygroma in the dog. Which treatment works better?. Hellenic Journal of Companion Animal Medicine. 6. 18-28.


Sobre o autor

Felipe Garofallo é médico-veterinário (CRMV/SP 39.972), especializado em ortopedia e neurocirurgia de cães e gatos e proprietário da empresa Ortho for Pets: Ortopedia Veterinária e Especialidades. Agende uma consulta pelo whatsapp (11)91258-5102.

6.949 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Bình luận


Que tal receber grátis mais artigos incríveis como esse?

Obrigado(a)!

bottom of page