top of page

Fraturas de rádio e ulna em cães e gatos

As fraturas de rádio e ulna em cães e gatos são lesões ósseas que afetam os ossos longos do antebraço, o rádio e a ulna.



Essas fraturas são comuns em animais domésticos e podem ocorrer como resultado de diversos tipos de traumas, como quedas, atropelamentos, brigas com outros animais, saltos de locais altos ou acidentes domésticos.


Os sinais clínicos associados a uma fratura de rádio e ulna podem variar dependendo da gravidade da lesão, mas frequentemente incluem dor intensa, claudicação (mancar), inchaço, deformidade visível, incapacidade de suportar peso no membro afetado e evidência de dor à manipulação da área lesionada.

O diagnóstico de uma fratura de rádio e ulna em cães e gatos geralmente é realizado por meio de exames físicos, história clínica detalhada e exames de imagem, como radiografias. As radiografias são essenciais para determinar a extensão, localização e gravidade da fratura, bem como para avaliar a presença de fragmentos ósseos deslocados.

O tratamento das fraturas de rádio e ulna em cães e gatos depende da localização no osso, do tipo e da gravidade da fratura, bem como das condições clínicas do paciente. Fraturas simples e não deslocadas podem ser tratadas de forma conservadora, com repouso, imobilização temporária com bandagens ou gesso, e manejo da dor com medicações apropriadas.

No entanto, fraturas mais complexas e com deslocamento ósseo geralmente requerem intervenção cirúrgica para realinhar e fixar os fragmentos ósseos. Existem várias opções cirúrgicas para o tratamento de fraturas de rádio e ulna em cães e gatos, a mais comum é a incluindo fixação interna com placas e parafusos.

Após o tratamento cirúrgico, o paciente é monitorado de perto para garantir que a fratura esteja cicatrizando adequadamente e que não haja complicações, como infecção, não união óssea ou falha na fixação.

Medicações para controle da dor e infecção podem ser prescritas conforme necessário, e sessões de fisioterapia podem ser recomendadas para promover a recuperação e a mobilidade do membro afetado. O prognóstico para fraturas de rádio e ulna em cães e gatos é geralmente favorável com tratamento adequado, e a maioria dos pacientes apresenta recuperação funcional completa e retorno à atividade normal após o período de reabilitação.


Referências bibliográficas


Thyagaraj, Giggin & P, Fathima & Babu, Subin & Edward, Alena & P, Tamaraiselvi & S, Anoop & Nair, Sudheesh & Ramankutty, Soumya & D, John. (2021). Distal transverse fracture of radius and ulna and its surgical management with T plate in a dog – a case report. Sobre o autor  

Felipe Garofallo é médico-veterinário (CRMV/SP 39.972), especializado em ortopedia e neurocirurgia de cães e gatos e proprietário da empresa Ortho for Pets: Ortopedia Veterinária e Especialidades. Agende uma consulta pelo whatsapp (11)91258-5102.

39 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Yorumlar


Que tal receber grátis mais artigos incríveis como esse?

Obrigado(a)!

bottom of page