top of page

Fraturas de púbis em cães e gatos

As fraturas de púbis em cães e gatos são lesões relativamente comuns que afetam a região pélvica desses animais.



O púbis é uma parte do osso do quadril, que faz parte do conjunto complexo de ossos que compõem a pelve. Essas fraturas podem ocorrer devido a trauma direto, como atropelamentos, quedas de altura ou lutas com outros animais, e podem variar em gravidade de acordo com a intensidade do impacto.

O diagnóstico de fraturas de púbis em cães e gatos é realizado por meio de exames físicos e exames de imagem, como radiografias e, em alguns casos, tomografias computadorizadas (TC). Esses exames ajudam a avaliar a extensão da lesão, a presença de fragmentos ósseos deslocados e a identificação de lesões associadas, como danos em órgãos adjacentes.

O tratamento das fraturas de púbis depende da extensão da lesão, da presença de lesões associadas e da estabilidade do paciente. Em muitos casos, o tratamento conservador pode ser suficiente e envolve repouso, além de medicação para controlar a dor e a inflamação.

No entanto, caso esteja associada a outros tipos de fratura em pelve, como fraturas de ílio ou disjunção sacroilíaca, o tratamento cirúrgico costuma ser necessário para essas regiões.


A reabilitação pós-operatória desempenha um papel crucial na recuperação de fraturas de púbis em cães e gatos. Isso pode incluir fisioterapia, exercícios de fortalecimento muscular, controle da dor e retorno gradual à atividade física normal. A duração e a intensidade da reabilitação dependem da gravidade da lesão e da resposta individual do paciente ao tratamento.

É importante ressaltar que o prognóstico das fraturas de púbis em cães e gatos pode variar dependendo de vários fatores, incluindo a gravidade da lesão, a presença de lesões associadas, a eficácia do tratamento e a adesão às instruções de reabilitação. Em muitos casos, com tratamento adequado, os animais podem se recuperar totalmente e retornar a uma boa qualidade de vida após uma fratura de púbis.

Referências bibliográficas


Sadan, Madeh A. & von Pückler, Kerstin & Kramer, M & Scholar, Phd. (2015). Imaging of acetabular fractures in 14 dogs: a comparison of plain radiography and CT scan. 36. 37-40.


Sobre o autor

Felipe Garofallo é médico-veterinário (CRMV/SP 39.972), especializado em ortopedia e neurocirurgia de cães e gatos e proprietário da empresa Ortho for Pets: Ortopedia Veterinária e Especialidades. Agende uma consulta presencial ou consultoria on-line pelo whatsapp (11)91258-5102.

81 visualizações0 comentário

Comments


Que tal receber grátis mais artigos incríveis como esse?

Obrigado(a)!

bottom of page