top of page
Buscar

Doenças ortopédicas comuns em cães da raça Spitz Alemão

Atualizado: 23 de jan.

As doenças ortopédicas em cães da raça Spitz Alemão, são preocupações comuns que afetam a saúde e o bem-estar desses pets.

Os Spitz Alemães são predispostos a algumas condições ortopédicas que merecem atenção por parte dos tutores e veterinários. Uma das condições ortopédicas mais comuns em cães da raça Spitz Alemão é a displasia de quadril. Esta é uma condição hereditária em que a articulação do quadril se desenvolve de maneira anormal, resultando em desgaste prematuro e dor.


A displasia de quadril é frequentemente diagnosticada em cães jovens e pode levar a problemas de mobilidade, claudicação e artrite degenerativa ao longo do tempo. Exames radiográficos regulares podem ajudar a detectar essa condição e permitir que medidas sejam tomadas.


Outra preocupação ortopédica comum é a luxação patelar, uma condição na qual a patela (rótula) sai do lugar normal, causando dor e desconforto ao cão. Isso pode ocorrer devido a uma variedade de fatores, incluindo predisposição genética, traumatismo ou desenvolvimento inadequado das estruturas ao redor da articulação do joelho.


Os Spitz Alemães são suscetíveis a essa condição, e os sintomas incluem mancar, relutância em se mover e, em casos graves, atrofia muscular. A correção cirúrgica pode ser necessária para restaurar a função normal da patela.


A osteoartrite é uma condição ortopédica degenerativa que afeta muitos cães, incluindo os Spitz Alemães. Essa condição ocorre quando a cartilagem que reveste as articulações se desgasta, resultando em dor, inflamação e limitação de movimento. A osteoartrite pode se desenvolver devido ao envelhecimento natural do cão, mas fatores como obesidade, lesões articulares e predisposição genética também desempenham um papel importante.


O tratamento para a osteoartrite em cães da raça Spitz Alemão podem incluir terapias medicamentosas, controle de peso, fisioterapia e, em alguns casos, cirurgia para corrigir problemas articulares subjacentes.


Além disso, problemas na coluna vertebral, como a doença do disco intervertebral (DDIV), também podem afetar os Spitz Alemães. Nesta condição, os discos que amortecem as vértebras da coluna vertebral podem sofrer degeneração e, em casos mais graves, podem se romper, comprimindo a medula espinhal.


Os sintomas podem variar de dor nas costas a paralisia, dependendo da gravidade da condição. Tratamentos podem incluir medicamentos, restrição de atividades e, em alguns casos, cirurgia para descompressão da medula espinhal.


Para manter a saúde ortopédica dos Spitz Alemães, os tutores devem estar atentos a sinais de dor, claudicação ou mudanças no comportamento do animal.


Consultas regulares ao veterinário, especialmente em fases de crescimento rápido, são essenciais para detectar precocemente qualquer condição ortopédica e implementar medidas preventivas.


Além disso, manter um peso saudável, proporcionar exercícios regulares e fornecer uma dieta balanceada podem contribuir para a saúde geral e ortopédica desses encantadores cães.


Referências bibliográficas


1. Kouamo, Justin & Kana, A.G.D. & Dongmo, C.C.Z.. (2021). The study of prevalence and associated risk factors of diseases and other clinical conditions diagnosed in dogs and cats in Douala city, Cameroon. Revue Vétérinaire Clinique. 56. 10.1016/j.anicom.2021.01.001.


Sobre o autor

Felipe Garofallo é médico-veterinário (CRMV/SP 39.972), especializado em ortopedia e neurocirurgia de cães e gatos e proprietário da empresa Ortho for Pets: Ortopedia Veterinária e Especialidades. Agende uma consulta pelo whatsapp (11)91258-5102.

54 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page