top of page

Doença cardíaca em cães: entenda a relação com a dificuldade de andar

Atualizado: 23 de jan.

A insuficiência cardíaca em cães é uma condição séria que pode impactar significativamente a qualidade de vida do animal, podendo estar associada a dificuldades de locomoção. Neste artigo, exploraremos a relação entre a insuficiência cardíaca e os desafios de mobilidade em cães, bem como abordaremos estratégias para lidar com essa situação.


Entendendo a Insuficiência Cardíaca em Cães:


A insuficiência cardíaca ocorre quando o coração não consegue bombear o sangue de maneira eficiente para atender às necessidades do corpo. Em cães, isso pode ser resultado de diversas condições, incluindo doenças valvulares, cardiomiopatia e outras patologias cardíacas.


Impacto na Mobilidade:


A relação entre a insuficiência cardíaca e a dificuldade de locomoção está muitas vezes ligada à redução do fluxo sanguíneo para os músculos e extremidades. Com o coração enfraquecido, o fornecimento adequado de oxigênio e nutrientes aos tecidos torna-se comprometido, resultando em fraqueza muscular e dificuldades em manter atividades físicas normais.


Sintomas a Observar:


Fadiga Excessiva: Cães com insuficiência cardíaca podem demonstrar cansaço extremo mesmo em atividades leves.


Tosse Persistente: O acúmulo de fluido nos pulmões pode levar a tosse constante.


Inchaço Abdominal: A retenção de líquidos pode causar inchaço na região abdominal.


Dificuldade Respiratória: Respiração ofegante ou dificuldade para respirar são sintomas comuns, além de mucosas escurecidas.


Diagnóstico e Tratamento:


A detecção precoce é crucial. O veterinário realizará exames físicos, radiografias, ecocardiogramas para diagnosticar a insuficiência cardíaca.


O tratamento pode incluir medicamentos para fortalecer o coração, diuréticos para controlar o acúmulo de fluido nos pulmões, e mudanças na dieta.


Cuidados e Adaptações:


Exercícios Adequados: Adaptar o nível de exercício à capacidade do cão, evitando atividades extenuantes.


Dieta Balanceada: Uma alimentação adequada para cães com problemas cardíacos, muitas vezes com restrição de sódio.


Monitoramento Regular: Exames veterinários frequentes para avaliar a progressão da condição e ajustar o tratamento conforme necessário.


A insuficiência cardíaca em cães não é uma sentença de incapacidade total. Com diagnóstico precoce, tratamento adequado e cuidados contínuos, é possível proporcionar uma vida confortável ao animal, mesmo diante das dificuldades de locomoção. A parceria com um veterinário experiente é essencial para garantir o bem-estar do seu pet.


Referências bibliográficas


Freid, Kimberly & Freeman, Lisa & Rush, John & Cunningham, Suzanne & Davis, Megan & Karlin, Emily & Yang, Vicky. (2020). Retrospective study of dilated cardiomyopathy in dogs. Journal of Veterinary Internal Medicine. 35. 10.1111/jvim.15972.


Sobre o autor

Felipe Garofallo é médico-veterinário (CRMV/SP 39.972), especializado em ortopedia e neurocirurgia de cães e gatos e proprietário da empresa Ortho for Pets: Ortopedia Veterinária e Especialidades. Agende uma consulta pelo whatsapp (11)91258-5102.

483 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Que tal receber grátis mais artigos incríveis como esse?

Obrigado(a)!

bottom of page