Condroprotetores para Cães

OUTRO NOME: PROTETOR ARTICULAR PARA CÃES

Entre os suplementos nutricionais que podem ser usados ​​em animais, os condroprotetores naturais estão entre os mais usados ​​no dia a dia, por isso seu conhecimento e estudo são interessantes.


Quais são os principais tipos de condroprotetores naturais para cães?


Os condroprotetores são suplementos alimentares (nutracêuticos) com efeitos benéficos para as articulações. Os principais componentes incluem substâncias que se encontram naturalmente no corpo do animal, portanto seu uso não tem efeitos adversos.

Entre esses componentes, aqueles mais frequentemente usados ​​por seus efeitos benéficos são:


Glucosamina: é um dos principais componentes da cartilagem articular. Está relacionada à formação dos glicosaminoglicanos, compostos presentes no líquido sinovial e na cartilagem articular, que possui função é proteger os ossos e suas articulações.


Ácido hialurônico: é o glicosaminoglicano mais importante e conhecido de todos. Desempenha papel fundamental na manutenção da integridade do líquido sinovial, essencial para que o animal possa exercer uma boa mobilidade articular em qualquer fase de sua vida.


Condroitina: confere propriedades mecânicas e elásticas à cartilagem, tendões e ligamentos. Em suplementos nutricionais é incorporado em sua forma sulfatada, sulfato de condroitina ou sulfato de condroitina.


Vitamina E: essa vitamina tem função preventiva contra condropatias, ou seja, doenças articulares. Inibe a formação de radicais livres que fazem parte do mecanismo patológico da artrite e da osteoartrite.


Por que os condroprotetores são tão utilizados na medicina veterinária?


O uso de condroprotetores em medicina veterinária está em alta devido aos bons resultados que proporcionam e podem ser usados ​​tanto em animais idosos como em cães jovens.


O principal uso desses produtos é na manutenção e proteção das articulações de animais com afecções musculoesqueléticas, sejam elas alterações produzidas por degeneração articular relacionada à idade ou doenças congênitas como a displasia de quadril ou a luxação de patela.


Da mesma forma, esses produtos estão sendo utilizados como complemento às terapias de reabilitação de animais submetidos a intervenções traumáticas.


Esses nutracêuticos também podem ser utilizados em animais de trabalho, atletas ou pets ativos que praticam muitos exercícios físicos, pois reduzem o desgaste da articulação associado a exercícios intensos, como é o caso dos cães de busca e salvamento.


Além disso, cães de crescimento rápido, como Dogue Alemão, Pastor Alemão, etc, podem se beneficiar de suplementação nutricional e alimentos preparados ricos em glucosamina e condroitina, sempre sob a supervisão de um médico veterinário.


Há alimentos com efeito condroprotetor?


A primeira coisa a se ter em mente ao prescrever alimentos condroprotetores a um animal é que eles geralmente não estão na forma e concentração corretas para obter um efeito terapêutico. Por exemplo, a glucosamina é degradada e transformada durante a digestão e chega ao corpo em uma concentração muito baixa em comparação com a do próprio animal naturalmente.


Entretanto, a condroitina e o ácido hialurônico podem ser encontrados em diversos alimentos, como na cartilagem de animais como as vacas, principalmente na traqueia.


A Vitamina E está presente em muitos vegetais como espinafre, tomate, pimentão entre outros.


A forma mais confortável, econômica e, acima de tudo, eficaz de fornecer condroprotetores aos cães que os necessitem, é por meio de suplementos nutricionais ou de alimentos preparados e desenvolvidos cientificamente.


Referências


Beynen, Anton. (2016). Glucosamine and chondroitin in mobility foods for dogs. 10.13140/RG.2.2.11357.41446.


Maxwell, Lara & Regier, Penny & Achanta, Satya. (2016). Comparison of Glucosamine Absorption After Administration of Oral Liquid, Chewable, and Tablet Formulations to Dogs. Journal of the American Animal Hospital Association. 52. 10.5326/JAAHA-MS-6267.

Posts recentes

Ver tudo