Pontos da Cirurgia: Como Cuidar?

Atualizado: Abr 6



Seu pet operou, e agora? Como cuidar da ferida cirúrgica e dos pontos?


É importante dizer que cada veterinário tem sua conduta e orientações, e essas dúvidas devem ser retiradas com cada profissional antes ou depois da cirurgia.


Aqui comigo, os tutores são orientados a manter o curativo da cirurgia nas primeiras 24 horas, evitando ao máximo sujá-lo.


Quando chega a hora de trocar pela primeira vez, é necessário retirar o curativo com bastante cuidado.


Sempre que a troca é realizada, recomendada duas vezes ao dia, é preciso avaliar as condições da ferida, e aí que surgem as principais dúvidas (no meu caso, peço uma foto da ferida).


Depois de retirado o curativo, a lavagem é recomendada com solução fisiológica e gaze estéril, sendo muito importante secar a ferida.


Lembre sempre, a umidade dificulta o processo de cicatrização.


Depois de seca, a ferida deve receber algum antisséptico, por exemplo, clorexidina, iodo.. ou outro medicamento recomendado pelo vet.

Nessa etapa, molhe a gaze com a solução indicada, e passe na ferida de forma circular. Comece onde se encontram os pontos, depois a área em volta.


O objetivo dessa manobra é não arrastar as bactérias para dentro da ferida.


Nos primeiros dias, o curativo deve ser coberto, já que existe a possibilidade de infecção.


Já nos últimos dias, o curativo deve ficar aberto, quando ja houver crostas e a pele estiver se unindo.


Mas, há excessões.


Quando houver risco do cão o gato esfregar ou coçar em algum local, exposição à sujeira ou má evolução dos pontos, eles devem permanecer cobertos.


Lembrando que, o processo de cicatrização não é igual para todos os animais.


Além disso, o colar elisabetano e a roupa cirúrgica devem ser sempre utilizados para evitar a contaminação da ferida.