top of page

Acromegalia em cães

A acromegalia é uma condição endócrina rara em cães, caracterizada pelo aumento excessivo da produção do hormônio do crescimento (GH) após o fechamento das placas de crescimento. Essa condição é geralmente causada por um tumor na glândula pituitária, embora em alguns casos possa estar relacionada a tumores em outros locais que secretam GH ou fatores de crescimento semelhantes ao GH.



Os sinais clínicos da acromegalia em cães podem variar amplamente e muitas vezes são insidiosos, o que pode dificultar o diagnóstico precoce. Alguns dos sintomas mais comuns incluem aumento do tamanho e da espessura dos ossos e tecidos moles, mandíbula proeminente, aumento da circunferência da cabeça, articulações mais espessas, polifagia (aumento do apetite) e polidipsia e poliúria (aumento da sede e produção de urina).


O diagnóstico de acromegalia em cães pode ser desafiador e muitas vezes requer uma combinação de exames clínicos, exames de imagem, como radiografias e ultrassonografia, e testes laboratoriais, incluindo a dosagem dos níveis de GH e de outros hormônios relacionados.

O tratamento da acromegalia em cães geralmente envolve uma abordagem multidisciplinar, incluindo manejo dos sintomas e tratamento do tumor causador. O tratamento cirúrgico para remover o tumor pituitário é uma opção em alguns casos, embora possa ser difícil devido à localização e à invasividade do tumor.


A terapia medicamentosa, como a administração de medicamentos que inibem a secreção de GH ou reduzem o tamanho do tumor, também pode ser utilizada.


Além disso, o manejo dos sintomas, como controle da alimentação e tratamento de condições relacionadas, como diabetes mellitus, pode ser necessário para melhorar a qualidade de vida do cão afetado.


Em resumo, a acromegalia é uma condição endócrina rara em cães que pode ter consequências significativas para a saúde do animal. O diagnóstico precoce e o tratamento adequado são essenciais para ajudar a gerenciar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do cão afetado.


Referências bibliográficas


Fracassi, Federico & Gandini, Gualtiero & Diana, A & Preziosi, R & van den Ingh, Ted & Bergamini, P & Kooistra, Hans. (2006). Acromegaly due to a somatotrophs adenoma in a dog.


Sobre o autor

Felipe Garofallo é médico-veterinário (CRMV/SP 39.972), especializado em ortopedia e neurocirurgia de cães e gatos e proprietário da empresa Ortho for Pets: Ortopedia Veterinária e Especialidades. Agende uma consulta presencial ou consultoria on-line pelo whatsapp (11)91258-5102.

29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

ความคิดเห็น


Que tal receber grátis mais artigos incríveis como esse?

Obrigado(a)!

bottom of page