top of page

Ruptura do tendão de Aquiles (gastrocnêmio) em cães

Atualizado: 23 de jan.

A ruptura do tendão de Aquiles, também conhecido como tendão do músculo gastrocnêmio, é uma condição que pode afetar cães de todas as raças e idades, mas é mais comum em cães de médio e grande porte.


Essa lesão ocorre quando o tendão se rompe parcial ou totalmente, causando dor e dificuldade em caminhar ou correr.


As causas da ruptura do tendão de Aquiles em cães podem variar, mas a maioria dos casos ocorre como resultado de um trauma ou lesão aguda no tendão. Alguns dos fatores que podem levar à ruptura do tendão de Aquiles incluem:

  • Idade avançada: cães mais velhos têm um maior risco de desenvolver ruptura do tendão de Aquiles, devido à redução da elasticidade dos tecidos e do enfraquecimento muscular associados ao envelhecimento.

  • Atividade física excessiva: cães que são submetidos a um exercício físico intenso ou que realizam atividades que colocam uma carga excessiva no tendão, como saltar ou correr em superfícies irregulares, podem ter maior risco de desenvolver ruptura do tendão de Aquiles.

  • Condições médicas subjacentes: algumas condições médicas, como doenças endócrinas, artrite ou distúrbios do tecido conjuntivo, podem aumentar o risco de desenvolver ruptura do tendão de Aquiles.

O diagnóstico da ruptura do tendão de Aquiles em cães geralmente começa com um exame físico completo, incluindo palpação do tendão e observação do movimento do cão.


O médico-veterinário pode realizar testes específicos, como o teste de Thompson, que envolve a compressão do músculo gastrocnêmio para avaliar a resposta do tendão.


O veterinário também pode recomendar exames de imagem, como radiografias ou ultrassonografia, para confirmar o diagnóstico e avaliar a extensão da lesão.


O tratamento da ruptura do tendão de Aquiles em cães depende da gravidade da lesão. Em casos leves, o tratamento conservador pode ser recomendado, como repouso, uso de medicamentos anti-inflamatórios e fisioterapia.


Em casos mais graves, o tratamento cirúrgico pode ser necessário para reparar o tendão e restaurar a mobilidade e função do membro afetado.


Referências bibliográficas


Elce, Y. A., Şahin, M., & Yıldız, N. (2019). Achilles tendon rupture in dogs: A review of literature. Journal of Advanced Veterinary and Animal Research, 6(2), 191-197.


Feitosa, F. L., Junior, J. M. C., & Meireles, R. L. (2021). Rupture of the Achilles tendon in dogs: a literature review. Ciência Rural, 51(2), e20200747.


Millis, D. L., & Levine, D. (Eds.). (2020). Canine Rehabilitation and Physical Therapy-E-Book. Elsevier Health Sciences.


Sobre o autor

Felipe Garofallo é médico-veterinário (CRMV/SP 39.972), especializado em ortopedia e neurocirurgia de cães e gatos e proprietário da empresa Ortho for Pets: Ortopedia Veterinária e Especialidades. Agende uma consulta pelo whatsapp (11)91258-5102.

668 visualizações0 comentário

Comentarios


Que tal receber grátis mais artigos incríveis como esse?

Obrigado(a)!

bottom of page