Buscar

Próteses para animais amputados

Atualizado: 12 de dez. de 2021

Outros nomes: exoprótese, endoexoprótese, limb salvage surgery, cirurgia de salvamento de membro, prótese 3D para cães.


Definição


As próteses para animais amputados possuem um design exclusivo para cada paciente, e são divididas em dois tipos, as exopróteses ou as endoexopróteses.


Uma exoprótese é uma prótese não fixada dentro do osso, sendo utilizada somente externamente, e geralmente é utilizada em animais que foram submetidos à amputação total do membro.


Enquanto isso, uma endoexoprótese possui uma porção interna fixada dentro do osso, e uma exoprótese (porção externa e que recebe a impressão 3D).


As endopróteses possuem uma haste, placa, ou ambos, que é fixada ao osso do animal.


Nesse tipo de prótese, os tecidos moles são fixados em um colar. Há também uma pequena haste que permanece para fora da pele, sendo a região onde a impressão 3D é fixada, e pode ser trocada conforme o uso do animal.


Indicação das endoexopróteses


As endoexopróteses evitam a amputação de todo o membro em casos de malformação, tumor ou trauma do membro e permite fornecer ao cachorro ou gato um membro totalmente funcional, reduzindo também danos para a coluna e outros membros.


Uma exoprótese é projetada para permitir o movimento como se o membro original ainda estivesse presente, e tem bons resultados para amputações nas extremidades.


Cada exoprótese é feita sob medida por uma equipe de veterinários e engenheiros via impressão 3D para acomodar perfeitamente a altura, peso e o andar natural de cada animal, sendo necessário na maioria dos casos que o paciente realize exame de tomografia computadorizada para o planejamento.


Durabilidade


O tempo para troca de uma exoprótese depende muito do uso de cada paciente e do tipo de piso, mas geralmente, a substituição ocorre a cada 6 meses ou 1 ano.


Riscos


O maior risco da prótese para os animais amputados é a infecção, mas outras complicações incluem falha/quebra do implante e falha da pele em aderir ao colar.


Entre em contato conosco para uma avaliação.


Sobre o autor

Felipe Garofallo é médico veterinário (CRMV/SP 39.972) e atua na área de ortopedia e cirurgia de cães e gatos em São Paulo e cidades da região. Realiza consultas em domicílio para tutores e serviço terceirizado para clínicas e hospitais veterinários. Você pode agendar uma consulta pelo whatsapp (11)91152-4321.

437 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo