top of page

Fraturas em aves

Atualizado: 23 de jan.

As aves são animais frágeis e as fraturas são comuns em aves selvagens e em cativeiro. As causas mais comuns de fraturas em aves incluem trauma direto, queda de poleiro ou gaiola, atropelamento e lutas com outras aves.


Algumas espécies de aves são mais propensas a fraturas, como aves de rapina, periquitos e papagaios.


O diagnóstico de fraturas em aves pode ser difícil, pois as aves tendem a esconder sinais de fraqueza ou dor. Alguns dos sinais comuns de fraturas em aves incluem inchaço, deformidade óssea, perda de movimento, dor e incapacidade de voar.


O diagnóstico é feito por meio de exames clínicos, radiografias e, em casos mais graves, tomografias computadorizadas.


O tratamento de fraturas em aves depende do tipo e da gravidade da fratura. Em alguns casos, a fratura pode ser tratada com imobilização, gesso ou talas.


Em outros casos, a cirurgia pode ser necessária para reparar a fratura. Em aves de grande porte, como aves de rapina, pode ser necessário o uso de placas e parafusos para estabilizar a fratura.


Os fixadores externos também podem ser usados em aves para o tratamento de fraturas ósseas. Os fixadores externos são dispositivos que consistem em hastes metálicas ou pinos que são colocados em torno do osso fraturado e fixados externamente com anéis ou barras de suporte.


Os fixadores externos são uma opção de tratamento para fraturas em aves, especialmente em casos de fraturas graves ou quando outras opções de tratamento não são viáveis. Eles podem ser usados em aves de diferentes tamanhos e espécies, incluindo aves de rapina, psitacídeos e outras aves domésticas.


Após o tratamento, as aves podem precisar de fisioterapia para ajudar na recuperação e evitar complicações, como a atrofia muscular.


É importante destacar que o tratamento de fraturas em aves deve ser realizado por uma equipe multidisciplinar, com um veterinário especializado em aves e um médico-veterinário com experiência em cirurgias ortopédicas. O tratamento inadequado pode levar a complicações graves e até mesmo a morte.


Além do tratamento, é importante fornecer um ambiente adequado para a recuperação da ave, com uma dieta equilibrada e nutricionalmente adequada, água limpa e fresca, e uma gaiola ou espaço que permita a ave se mover confortavelmente.


Referências bibliográficas


Divers SJ. Avian Orthopedics. Veterinary Clinics of North America: Exotic Animal Practice. 2001;4(2):405-422. doi:10.1016/S1094-9194(01)80043-2


Jones MP, Harr KE. Avian Medicine and Surgery. St. Louis: Saunders; 2006.


Redig PT. Surgical considerations in avian orthopedics. Seminars in Avian and Exotic Pet Medicine. 1996;5(1):38-44.


Sobre o autor

Felipe Garofallo é médico-veterinário (CRMV/SP 39.972), especializado em ortopedia e neurocirurgia de cães e gatos e proprietário da empresa Ortho for Pets: Ortopedia Veterinária e Especialidades. Agende uma consulta pelo whatsapp (11)91258-5102.

774 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Que tal receber grátis mais artigos incríveis como esse?

Obrigado(a)!

bottom of page