top of page

Uso de placas ósseas para o tratamento de cães com fraturas

Atualizado: 23 de jan.

A osteossíntese com placas ósseas em ossos quebrados de cães é uma técnica cirúrgica que pode ser usada para tratar fraturas ósseas graves em cães.

Essa técnica envolve a aplicação de uma placa de aço ou titânio na superfície do osso quebrado, fixada no lugar com parafusos para manter os fragmentos do osso juntos enquanto ocorre a cicatrização óssea.


Essa técnica é especialmente útil em casos de fraturas com deslocamento ósseo importante, que não podem ser tratadas de maneira conservadora com imobilização.


As placas ósseas podem ser usadas para tratar fraturas em diferentes partes do corpo do cão, incluindo membros, mandíbula, quadril e a coluna vertebral.


O tipo de placa óssea usado dependerá do tipo de fratura e do tamanho do osso a ser tratado.


A aplicação de placas ósseas é realizada sob anestesia geral, e o procedimento pode levar várias horas, dependendo da complexidade da fratura e do local da lesão.


A cirurgia de osteossíntese com placas ósseas envolve várias etapas:

  1. Preparação do local da cirurgia: o local da cirurgia é preparado, geralmente com uma raspagem da pele e uma lavagem cuidadosa para remover a sujeira e os detritos.

  2. Incisão e divulsão dos tecidos: uma incisão é feita na pele para permitir acesso ao osso fraturado. A divulsão dos tecidos e o afastamento da musculatura é realizado para ter acesso ao osso fraturado.

  3. Redução da fratura: o osso fraturado é cuidadosamente realinhado na posição correta.

  4. Fixação da placa: a placa óssea é colocada na superfície do osso ao longo da linha da fratura e é fixada com parafusos que atravessam a placa e se fixam ao osso.

  5. Fechamento da incisão: a incisão na pele é fechada com suturas ou grampos.


Após a cirurgia, o cão pode precisar ficar internado por vários dias para monitoramento e cuidados pós-operatórios.


A aplicação de placas ósseas é geralmente considerada uma técnica segura e eficaz para o tratamento de fraturas ósseas em cães.


No entanto, como em qualquer procedimento cirúrgico, há sempre um risco de complicações, como infecção, rejeição do implante ou falha da fixação dos parafusos.


É importante que o cão seja mantido em repouso e limitado em suas atividades físicas durante o período de recuperação, para permitir que o osso quebrado se cure corretamente.


O veterinário pode prescrever medicamentos para dor e inflamação, bem como um plano de reabilitação que inclua fisioterapia e exercícios de fortalecimento muscular para ajudar o cão a se recuperar e a recuperar a força e a mobilidade.


O tempo de recuperação pode variar dependendo da gravidade da fratura e de outros fatores, mas geralmente leva várias semanas a alguns meses para que o osso se cure completamente.


O veterinário responsável pelo tratamento do animal irá monitorar a recuperação do cão e realizar exames de acompanhamento para avaliar a eficácia do tratamento.


Referências bibliográficas


Harasen G. Principles and applications of locking plates. Vet Clin North Am Small Anim Pract. 2008;38(4):809-827.

Kim SE, Pozzi A, Banks SA, Conrad BP, Lewis DD. Effect of locking plate rotation on diaphyseal and metaphyseal fracture stabilization in canine cadaveric femora. Vet Surg. 2009;38(7):861-867.


Sobre o autor

Felipe Garofallo é médico-veterinário (CRMV/SP 39.972), especializado em ortopedia e neurocirurgia de cães e gatos e proprietário da empresa Ortho for Pets: Ortopedia Veterinária e Especialidades. Agende uma consulta pelo whatsapp (11)91258-5102.

2.052 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


コメント機能がオフになっています。

Que tal receber grátis mais artigos incríveis como esse?

Obrigado(a)!

bottom of page