top of page

Neurofibrossarcoma em cães

Atualizado: 23 de jan.

O neurofibrossarcoma é um tipo de câncer de tecido mole que afeta cães. Este tumor maligno se origina das células dos nervos periféricos e pode se desenvolver em qualquer parte do corpo do animal, incluindo a pele, os nervos, os músculos e os ossos.

O neurofibrossarcoma é relativamente raro em cães e sua incidência é maior em cães de meia-idade e idosos.


Alguns cães podem ter predisposição genética para o desenvolvimento deste tipo de câncer, mas a maioria dos casos é esporádica e não tem uma causa conhecida.

Os sintomas do neurofibrossarcoma variam dependendo da localização do tumor. Em alguns casos, o tumor pode ser visível como uma protuberância ou nódulo na pele ou sob a pele do animal.


Em outros casos, o tumor pode crescer dentro do corpo do animal, afetando os órgãos internos e causando sintomas como dificuldade para respirar, tosse, vômitos ou diarreia.

O diagnóstico do neurofibrossarcoma é feito por meio de biópsias e análises patológicas. O tratamento depende da localização e do estágio do tumor, bem como da saúde geral do animal. Em alguns casos, o tumor pode ser removido cirurgicamente, mas em outros casos pode ser necessário quimioterapia ou radioterapia.

A prevenção do neurofibrossarcoma em cães é difícil, já que a causa do tumor ainda é desconhecida em grande parte dos casos. No entanto, é importante que os tutores de cães levem seus animais regularmente ao veterinário para exames preventivos e cuidem da saúde geral de seus animais, incluindo uma alimentação saudável e exercícios regulares.

Os neurofibrossarcomas são geralmente divididos em dois tipos: o tipo difuso e o tipo focal. O tipo difuso é mais comum e é caracterizado por um crescimento rápido e invasivo do tumor, que pode se espalhar para outras partes do corpo do animal.


O tipo focal é menos comum e geralmente é menos agressivo, crescendo mais lentamente e geralmente permanecendo confinado a uma área específica do corpo do animal.

O tratamento do neurofibrossarcoma em cães é desafiador e pode exigir uma abordagem multifacetada. O objetivo do tratamento é eliminar o tumor e prevenir sua recorrência, bem como minimizar o sofrimento do animal.


A cirurgia é a opção mais comum de tratamento, mas pode ser difícil remover todo o tumor, especialmente se ele está localizado perto de órgãos vitais ou se estiver se espalhando rapidamente.


A quimioterapia e a radioterapia também podem ser usadas no tratamento do neurofibrossarcoma em cães, mas essas terapias têm efeitos colaterais significativos e podem afetar a qualidade de vida do animal. Além disso, essas terapias podem não ser eficazes em todos os casos de neurofibrossarcoma. Em conclusão, o neurofibrossarcoma é um tipo raro de câncer de tecido mole em cães que se origina das células dos nervos periféricos.


Embora a causa do tumor ainda seja desconhecida em grande parte dos casos, é importante que os tutores de cães levem seus animais regularmente ao veterinário para exames preventivos e cuidem da saúde geral de seus animais.


O diagnóstico precoce do neurofibrossarcoma e um tratamento adequado podem ajudar a prolongar a vida do animal e melhorar sua qualidade de vida.


É essencial que os tutores de cães estejam cientes dos sintomas e sinais do neurofibrossarcoma e procurem ajuda veterinária imediatamente se suspeitarem que seu animal de estimação possa estar sofrendo de câncer de tecido mole.


Referências bibliográficas


Withrow SJ, Vail DM. Withrow & MacEwen's Small Animal Clinical Oncology. 6th ed. St. Louis, MO: Elsevier; 2020.


Koehler JW. Soft Tissue Sarcomas in Dogs. Vet Clin North Am Small Anim Pract. 2020;50(5):955-968.


Sobre o autor

Felipe Garofallo é médico-veterinário (CRMV/SP 39.972), especializado em ortopedia e neurocirurgia de cães e gatos e proprietário da empresa Ortho for Pets: Ortopedia Veterinária e Especialidades. Agende uma consulta pelo whatsapp (11)91258-5102.

482 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Que tal receber grátis mais artigos incríveis como esse?

Obrigado(a)!

bottom of page