top of page

Deficiência de carnitina em cães

Atualizado: 23 de jan.

A deficiência de carnitina em cães é uma condição metabólica na qual há uma redução nos níveis de carnitina no organismo do animal.


A carnitina é um composto importante para o transporte de ácidos graxos de cadeia longa para as mitocôndrias, onde são convertidos em energia.


A deficiência de carnitina pode levar a uma série de problemas de saúde em cães, incluindo fraqueza muscular, convulsões, miocardite e anemia.


]A deficiência de carnitina em cães pode ser causada por uma variedade de fatores, incluindo uma dieta deficiente em carnitina, doenças hepáticas ou renais, distúrbios metabólicos, como diabetes mellitus, e tratamentos com drogas como valproato, um medicamento usado para tratar convulsões. Em alguns casos, a deficiência de carnitina pode ser hereditária.


Os sintomas da deficiência de carnitina em cães podem variar, dependendo da gravidade e duração da deficiência.


Os sinais clínicos incluem fraqueza muscular, letargia, perda de apetite, vômito, diarreia, convulsões e arritmias cardíacas. Alguns cães podem apresentar sintomas de insuficiência renal e hepática.


O diagnóstico da deficiência de carnitina em cães envolve a realização de exames de sangue para medir os níveis de carnitina e outros parâmetros metabólicos.


Além disso, testes específicos podem ser realizados para avaliar a função renal e hepática e exames de imagem, como ultrassonografia, podem ser necessários para avaliar a estrutura dos órgãos internos.


O tratamento da deficiência de carnitina em cães depende da causa subjacente da doença e pode incluir suplementação de carnitina por via oral ou por injeção.


Além disso, mudanças na dieta podem ser necessárias para garantir que o animal esteja recebendo quantidades adequadas de carnitina e outros nutrientes essenciais. Em casos graves, internação e suporte intensivo podem ser necessários para tratar complicações decorrentes da deficiência de carnitina.


O prognóstico para cães com deficiência de carnitina depende da gravidade e duração da deficiência e da presença de outras condições de saúde subjacentes.


Quando tratada precocemente e de forma adequada, muitos cães podem ter uma recuperação completa. No entanto, em casos graves ou crônicos, a deficiência de carnitina pode levar a complicações graves e reduzir a expectativa de vida do animal.


Referências bibliográficas


Freeman, L. M. (2006). Beneficial effects of l-carnitine supplementation in dogs with heart disease. Journal of the American Veterinary Medical Association, 229(5), 789-792.


Heinze, C. R., Gomez, F. M., & Freeman, L. M. (2012). Evaluation of nutritional adequacy of recipes for home-prepared maintenance diets for dogs. Journal of the American Veterinary Medical Association, 242(11), 1500


Sobre o autor

Felipe Garofallo é médico-veterinário (CRMV/SP 39.972), especializado em ortopedia e neurocirurgia de cães e gatos e proprietário da empresa Ortho for Pets: Ortopedia Veterinária e Especialidades. Agende uma consulta pelo whatsapp (11)91258-5102.

169 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Que tal receber grátis mais artigos incríveis como esse?

Obrigado(a)!

bottom of page