top of page
Buscar

Magnetoterapia em cães

Atualizado: 23 de jan.

A magnetoterapia é uma forma de terapia alternativa que usa campos magnéticos para tratar uma variedade de condições médicas, incluindo em cães.


Essa terapia pode ser usada para tratar doenças musculoesqueléticas, como osteoartrite, lesões articulares, tendinite e dor nas costas, bem como condições neurológicas e outras condições médicas.


A magnetoterapia funciona aplicando um campo magnético estático ou pulsado no corpo do animal. Esses campos magnéticos interagem com o tecido do corpo, produzindo efeitos terapêuticos que podem incluir o aumento do fluxo sanguíneo, a redução da inflamação e a promoção da regeneração celular. Esses efeitos terapêuticos podem ajudar a aliviar a dor, melhorar a mobilidade e promover a cura.


A magnetoterapia é geralmente administrada por um dispositivo portátil que emite um campo magnético. O dispositivo pode ser colocado diretamente na área afetada do corpo do cão ou pode ser usado em uma área mais ampla, dependendo da condição médica a ser tratada.


A duração e a frequência do tratamento podem variar, dependendo da gravidade da condição médica e da resposta individual do animal.


A magnetoterapia é uma terapia não invasiva e não causa dor ou desconforto para o animal. É uma opção de tratamento segura e eficaz que pode ser usada em combinação com outras terapias médicas, como medicamentos e outros métodos de fisioterapia.


No entanto, como com qualquer forma de terapia médica, a magnetoterapia deve ser administrada por um profissional qualificado e experiente para garantir a segurança e eficácia do tratamento.


Alguns estudos têm demonstrado os benefícios da magnetoterapia em cães com osteoartrite e outras condições musculoesqueléticas. Um estudo relatou que a magnetoterapia ajudou a reduzir a dor e melhorar a mobilidade em cães com osteoartrite do joelho. Outro estudo relatou que a magnetoterapia ajudou a melhorar a recuperação muscular em cães após a cirurgia.


Em geral, a magnetoterapia pode ser uma opção de tratamento eficaz e segura para cães com uma variedade de condições. No entanto, como com qualquer terapia médica, é importante conversar com um veterinário qualificado para determinar se a magnetoterapia é apropriada para o seu cão e para determinar a melhor abordagem de tratamento.


Referências bibliográficas


Cunha, F. A., Heringer, L., de Carvalho, T. H., & Pereira, L. (2013). Effects of pulsed electromagnetic field therapy on dogs with osteoarthritis of the knee joint. Veterinary research communications, 37(4), 321-328.


Marcarini, J. C., De Oliveira, F. A., Zanuzzo, F. S., Gaboardi, G. C., & Fernandes, W. R. (2019). Effect of magnetic field therapy on muscular recovery of dogs undergoing surgical repair of the cranial cruciate ligament. Acta Scientiae Veterinariae, 47, 1681.


Sobre o autor

Felipe Garofallo é médico-veterinário (CRMV/SP 39.972), especializado em ortopedia e neurocirurgia de cães e gatos e proprietário da empresa Ortho for Pets: Ortopedia Veterinária e Especialidades. Agende uma consulta pelo whatsapp (11)91258-5102.

358 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page