top of page

Dor em cães

Se você é um tutor de um cão, certamente quer garantir que seu companheiro esteja sempre saudável e feliz. Reconhecer sinais de dor em seu cão é crucial para garantir que ele receba a atenção veterinária adequada quando necessário. Neste guia, exploraremos alguns sinais comuns de desconforto em cães e como você pode agir para garantir o bem-estar do seu cão.



1. Observação de Comportamento:

Mudanças na Postura: Fique atento a alterações na forma como seu cão se movimenta. Comportamentos como hesitação ao se levantar, mancar, dificuldade em subir escadas ou uma postura arqueada podem indicar desconforto.

Agitação Excessiva ou Inatividade: Tanto o aumento quanto a diminuição na atividade podem ser sinais de dor. Se seu cão está mais quieto do que o normal ou, ao contrário, está agitado demais, é importante realizar uma investigação da causa.

2. Expressões Faciais e Lambeduras:

Lambendo Excessivamente uma Área: Se você perceber que seu cão está lambendo repetidamente uma área específica do corpo, isso pode ser um sinal de dor localizada nessa região.

Expressão Facial Tensa: Observe as expressões faciais do seu cão. Rugas na testa, olhos semicerrados ou orelhas achatadas podem indicar desconforto.

3. Mudanças no Apetite e Comportamento Alimentar:

Recusa em Comer: A falta de interesse na comida ou recusa em comer pode indicar dor.

4. Reações ao Toque:

Aversão ao Toque: Se seu cão repentinamente evita ser tocado em uma área específica, é um sinal de que algo pode estar causando dor.

Ranger de Dentes ou Gemidos: Essas vocalizações ao ser tocado podem ser indicativos de dor aguda.

5. Mudanças nos Hábitos de Sono:

Inquietação Durante o Sono: Se seu cão parece inquieto, apresenta dificuldade em se acomodar ou acorda frequentemente durante a noite, pode ser um sinal de desconforto.

Posições Anormais de Dormir: Mudanças na posição habitual de dormir podem indicar que certas posições são desconfortáveis devido à dor.

O Que Fazer:

Consulte um Veterinário: Se você suspeita que seu cão está com dor, a consulta a um veterinário é crucial para identificar a fonte da dor e propor um plano de tratamento adequado.

Não Automedique: Evite dar medicamentos para dor sem a orientação de um profissional. Algumas substâncias podem ser tóxicas para os cães.

Lembre-se, a detecção precoce de sinais de dor é fundamental para garantir que seu cão receba a atenção veterinária necessária.


Referências bibliográficas

Hansen, Bernie. (2003). Assessment of Pain in Dogs: Veterinary Clinical Studies. ILAR journal / National Research Council, Institute of Laboratory Animal Resources. 44. 197-205. 10.1093/ilar.44.3.197.


Sobre o autor

Felipe Garofallo é médico-veterinário (CRMV/SP 39.972), especializado em ortopedia e neurocirurgia de cães e gatos e proprietário da empresa Ortho for Pets: Ortopedia Veterinária e Especialidades. Agende uma consulta pelo whatsapp (11)91258-5102.

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Que tal receber grátis mais artigos incríveis como esse?

Obrigado(a)!

bottom of page