top of page

Cirurgia de denervação acetabular em cães com displasia coxofemoral

A denervação acetabular é uma técnica cirúrgica avançada empregada no tratamento de cães com displasia coxofemoral, uma condição ortopédica que afeta principalmente cães de grande porte, causando dor crônica e limitação da mobilidade.


Este procedimento visa proporcionar alívio significativo da dor ao interromper a transmissão dos sinais dolorosos oriundos da articulação do quadril para o sistema nervoso central do animal. É uma abordagem paliativa, particularmente útil em situações onde outras intervenções cirúrgicas, como a substituição total do quadril, não são viáveis devido à idade, estado geral de saúde do animal ou outras considerações.

A displasia coxofemoral é caracterizada pelo desenvolvimento anormal da articulação do quadril, resultando em um encaixe inadequado entre a cabeça do fêmur e a cavidade acetabular. Esse desalinhamento provoca desgaste anormal das superfícies articulares, levando à inflamação, dor e eventualmente à osteoartrite. Cães afetados podem apresentar sintomas como dificuldade em se levantar, relutância em se movimentar, claudicação (mancar), e redução na atividade física. A denervação acetabular surge como uma alternativa para aliviar essa dor crônica, melhorando significativamente a qualidade de vida do animal.

O procedimento de denervação acetabular envolve a interrupção seletiva dos nervos sensitivos que inervam a articulação do quadril. Estes nervos são responsáveis por transmitir os estímulos dolorosos ao cérebro.

Antes de decidir pela denervação acetabular, é essencial realizar um diagnóstico detalhado para confirmar que a dor do animal é, de fato, originada pela displasia coxofemoral. Esse diagnóstico envolve uma combinação de exame físico, onde o veterinário avalia a mobilidade e a resposta à manipulação da articulação do quadril, e exames de imagem, como radiografias, que permitem uma visualização detalhada da conformação articular e das possíveis alterações degenerativas presentes.

A seleção adequada dos pacientes para a denervação acetabular é crucial. Este procedimento é particularmente indicado para cães que não são candidatos ideais para cirurgias mais invasivas ou como uma medida temporária para aliviar a dor até que o animal esteja apto para uma cirurgia definitiva, como a substituição total do quadril. Além disso, é uma opção válida para cães mais velhos, onde os riscos associados a cirurgias mais complexas podem ser significativamente maiores.

O período pós-operatório da denervação acetabular é relativamente curto e envolve cuidados mínimos comparados a outras intervenções. O animal pode apresentar algum desconforto nos primeiros dias, que é normalmente controlado com medicação analgésica prescrita pelo veterinário. A maioria dos cães começa a mostrar sinais de alívio da dor poucas semanas após a cirurgia, permitindo um retorno gradual às suas atividades normais. A reabilitação pode incluir fisioterapia para ajudar a restaurar a força muscular e a mobilidade da articulação, além de promover uma recuperação mais rápida e eficaz.

Embora a denervação acetabular não corrija a causa subjacente da displasia coxofemoral, ela pode proporcionar uma melhora significativa na qualidade de vida dos cães afetados. Reduzindo a dor, o animal pode voltar a se movimentar com mais facilidade e participar das atividades que antes evitava devido ao desconforto. É importante que os tutores mantenham um acompanhamento regular com o veterinário para monitorar a condição do animal e ajustar o tratamento conforme necessário.

Na clínica veterinária Ortho for Pets, nossa equipe de especialistas está altamente capacitada para realizar a denervação acetabular, utilizando técnicas minimamente invasivas e os melhores padrões de cuidado para garantir o bem-estar do seu animal de estimação. Entendemos a importância de oferecer opções eficazes para o manejo da displasia coxofemoral e estamos comprometidos em proporcionar soluções que melhorem a qualidade de vida dos nossos pacientes. Se você suspeita que seu cão possa estar sofrendo de displasia coxofemoral, entre em contato conosco para agendar uma consulta e discutir as melhores opções de tratamento disponíveis.


Referências bibliográficas


Kinzel, S. & Scheven, C. & Buecker, A. & Stopinski, T. & Küpper, W.. (2002). Clinical evaluation of denervation of the canine hip joint capsule: A retrospective study of 117 dogs. Veterinary and Comparative Orthopaedics and Traumatology. 15. 51-56. 10.1055/s-0038-1632713.

Sobre o autor

Felipe Garofallo é médico-veterinário (CRMV/SP 39.972), especializado em ortopedia e neurocirurgia de cães e gatos e proprietário da empresa Ortho for Pets: Ortopedia Veterinária e Especialidades. Agende uma consulta pelo whatsapp (11)91258-5102.

44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


Que tal receber grátis mais artigos incríveis como esse?

Obrigado(a)!

bottom of page